Os Seguros de Vida e o COVID-19 em 2021

O impacto do COVID-19 nos Seguros de Vida vai continuar em 2021 e no nosso entender, vai estender-se a três áreas:

  1. Contratação
  2. Coberturas
  3. Contratos de crédito habitação
O impacto do COVID-19 nos Seguros de Vida vai continuar em 2021.
Os consultores da SEGURAMENTE são especialistas neste tipo de seguros e estão disponíveis para o aconselhar e ajudar.
Aproveite e faça uma simulação de seguro de vida.

1. Efeitos do COVID-19 na contratação de seguros de vida

À medida que a pandemia aumenta a sua presença e o Homem reage, vamos passar a ter cinco tipos de pessoas: as nunca infectadas, as testadas positivo mas assintomáticas, as infectadas, as recuperadas, e as vacinadas. É então natural que os questionários clínicos que fazem parte da contratação dos seguros de vida tenham perguntas que permitam saber qual o tipo de pessoa que está a querer subscrever o seguro, em termos da sua situação face à pandemia de COVID-19. É quase certo que as as testadas positivo mas assintomáticas, e as infectadas, tenham que fazer um compasso de espera até poderem ver o seu seguro aceite.

2. Efeitos do COVID-19 nas coberturas dos seguros de vida

Neste momento, estão em curso seguros de vida cujas condições gerais que podem ser de dois tipos: as que cobrem e as que não cobrem pandemias.
É natural que face à evolução, tanto umas como outras venham a ser alteradas, bem como as condições gerais de novas apólices a contratar.
O mais provável é que as que não cobrem passem a cobrir, e as que cobrem sejam mais específicas quanto à situação actual, porque ela existindo, o risco já se verifica, o que faz com que os textos das apólices tenham que ser mais cautelosos.
É provável que a indústria venha a caracterizar nas suas apólices a própria pandemia e os seus efeitos, a sua relação com comorbilidades, a toma ou não toma da vacina, a definição de zonas territoriais de mais elevado risco, o tipo de viagens que as pessoas seguras fazem, etc.

3. Efeitos do COVID-19 nos contratos de crédito habitação e seguros de vida associados

Em específico para este tipo de seguros de vida, o que aconteceu em 2020 e que resultou das dificuldades económicas inerentes à pandemia, foi a aplicação a possibilidade de moratórias aos créditos, o que fez com que durante este período os clientes bancários que reunissem determinadas condições pudessem suspender o pagamento de capital e juros, ou de apenas capital.
Esta medida vai ter uma implicação prática no prazos dos contratos de crédito, porque vai obrigar a que o cliente tenha um período adicional que irá ser semelhante ao período em que decorreu a moratória.

Como sabemos que os seguros de vida garantem o crédito habitação, é muito provável que os bancos comecem a exigir aos seus clientes que aumentem o prazo dos seus seguros de vida.
Além deste efeito, e também para os clientes que aplicaram moratórias aos seus créditos, os capitais seguros em vigor nos seus seguros de vida também terão que ser actualizados, ou neste caso não actualizados, uma vez que não tendo havido amortizações, o capital também não decresceu.

Vamos indicar-lhe qual o melhor seguro de vida

Os consultores da SEGURAMENTE são especialistas neste tipo de seguros e estão disponíveis para o aconselhar e ajudar com qualquer tipo de dúvida.
Aproveite e faça uma simulação de seguro de vida.

Please follow and like us: